4 de jul de 2012

Hoje lembrei do Dreamer e do muito tempo que não deixo por aqui o meu ar de "graça"! Ao ouvir este tema de Antony The Johnsons lembrei da bird e das suas histórias de menina perdida, confusa, insegura, inconformada, em busca de algo num "não sei bem onde", "não sei bem como", "não sei bem o quê"! Muito importante ter registado algumas dessas passagens! Hoje posso rir, recordar e perceber o quanto "meu mundo" mudou! Valeu a pena todas as experiências, todos os sentimentos, todas as ilusões e desilusões, todos os sonhos, todas as dúvidas! Tudo conspirou para que tenha neste momento a oportunidade de vivenciar e experienciar outras dimensões do meu ser! Hoje sinto que estou a caminhar pela estrada certa!
"Eu sou feliz"!

10 de fev de 2012

Caminhar é o caminho...

Olhando lá para trás posso perceber o meu gosto por movimento e trabalho físico. A minha disciplina favorita desde os tempos de menina era a educação física. Mas….uns tais testes de análise vocacional sempre me direccionaram para os económico sociais. Até hoje, e depois de me licenciar em Gestão de Empresas, me questiono como? Numa altura bem confusa da minha vida ainda estive tentada a procurar ajuda psicológica para compreender como poderia ter vocação para algo que apenas me fez concluir um grau académico com sentimentos de cumprir uma obrigação?! Well…mas isto é outra história. Com os meus 17 aninhos iniciei a pratica de musculação. Queria o trabalho físico e toda a estética associada a esse trabalho. Resolveria com imenso prazer um descontentamento com a actual silhueta. Magra e sem formas voluptuosas! Ainda hoje me questiono porquê tal desejo, tal necessidade? Well…lá consegui transformar o corpo! Dei-lhe massa muscular e força. Os anos foram passando e outras experiências lá fui tendo. Achei por bem experimentar tudo o que fosse body training systems. Ela era body combat, body pump, body balance, power jump, body step, body jam e mais que houvesse. Era bem divertido passar uma hora a saltar, transpirar, sorrir, dançar, cantar e gritar. Sentia-me uma pena cada vez que terminava uma aula. Era o meu ansiolítico natural! Mas…ao longo desses anos a prática física tornou-se insuficiente para satisfazer uma qualquer necessidade que não percebera… Num certo dia fui parar a uma aula de astanga vinyasa yoga!Uau…que bizarro! Sentar num tapete, fechar os olhos e vocalizar um som OM, depois tentar repetir uma série de palavras esquisitas que uma menina agarrada a um aparelho vocalizava, colocar o meu corpo em posições bem ousadas e torturantes, respirar alto, olhar para o umbigo, para o nariz, para as sobrancelhas…uff, uma carga de trabalhos! Percebia que os músculos do meu corpo eram verdadeiras pedras duras inflexíveis! Os ásanas, que supostamente deviam ser firmes e confortáveis, eram uma verdadeira tortura! Tremia como varas verdes! Os conceitos criados de corpo forte e saudável foram por água abaixo, tamanho era o desconforto quando tentava executar uma postura física! Mas…o final da aula compensava tudo aquilo! Era o momento de deitar como se fosse um cadáver! De barriga para cima e completamente imóvel! Podia sentir por breves minutos, o que era a paz, a tranquilidade e contentamento. E como precisava de tão pouco para ter tais sentimentos! Não foi difícil ficar assídua como não foi difícil perceber que queria saber mais sobre tal arte milenar! Surgiu a possibilidade de participar num curso intensivo e extensivo com vertente de ensino em astanga vinyasa yoga. A amamentar a minha bebé, na altura com 3 mesinhos, fez com que ponderasse, mas o chamamento foi mais forte! Com uma ajuda daqui outra dali era possível gerir. E assim foi…comecei a experiência! A prática colocou-me frente a frente com a minha realidade física e emocional. Como se cada acção me mostrasse limitações, bloqueios, traumas, carências, sentimentos, pensamentos, medos, desejos e anseios! O conflito interno foi inevitável. Houve momentos de confusão, equívoco e desespero mas nunca uma vontade forte de desistir ou recuar. Os estudos e ensinamentos filosóficos permitiam adquirir alguma compreensão de tudo o que se estava a passar. Alguém há muitos mil anos atrás havia tido as mesmas experiências, as mesmas vivências. Isso permitiu permanecer na trilha até ao final do curso. Podia perceber o quão diferente era o yoga relativamente a qualquer outra actividade física! Sentia que permanecia num diálogo constante com cada músculo, cada tendão, cada órgão do corpo! Como se estivesse a conhecer pela primeira vez os meus pés, as minhas mãos, as minhas nádegas, costas, ombros, barriga, pescoço, etc. O silêncio permitia compreender a minha respiração, permitia compreender a minha atitude, emoções e sentimentos. Percebia o quão sério e valioso era o yoga! Hoje e com uma prática diária vou descobrindo um pouco mais sobre mim e isso dá-me tranquilidade e paz interior. Deixei para trás uma hipotética carreira de gestora de empresas para me dedicar à prática de yoga, ensinar e transmitir o conhecimento adquirido ao longo desta minha caminhada. Pela primeira vez na minha vida sinto que faço algo que acredito, que me enche o coração, inspira e faz sorrir!

23 de dez de 2011

Cucu...

Tantos novos projectos que nem sobra tempo para escrever sobre a minha vidinha...sim, porque eu gosto de escrever sobre ela...nem que sejam meros disparates! Eu sou do tempo do diário fechado a cadeado! De chegar ao fim do dia e escrever sobre sentimentos, pensamentos, emoções, sonhos, ideias, objectivos e afins. Era cor de rosinha também! A minha tendência para tal cor já é velha! Deixei de escrever nele quando percebi que era bisbliotado pelo mano, o qual usava a informação para me chantagear! Cresci à luz de uma série de princípios e valores que fizeram de mim uma adolescente com imensos tabus, medos, inseguranças e complexos de inferioridade. Sou do tempo em que se levava puxões de orelhas se namoravas, se os teus amigos eram rapazes,se saias à noite, se pensavas de forma diferente! Não guardo qualquer tipo de mágoa por ter sido educada assim...na verdade os papás fizeram o melhor que conseguiram...e cabe a mim mudar o que é susceptível de ser mudado...apesar de ser uma trabalheira danada! Hoje escrevo e sei que é para o mundo!Não há chave, nem cadeado e pouco me importa se haverá outros manos! Escrever o pouco que seja sobre nós é proporcionar o autoconhecimento, a libertação, o crescimento, a aprendizagem! Parar por minutos e fazer um mergulho interior! Nos dias de hoje ligamos uma espécie de motor automático para acordar, tomar duche, vestir, levar a filha à escola, trabalhar, comer e dormir! As acções e atitudes nem são pensadas! Os dias passam e nem percebemos que existimos, que sentimos, que pensamos, que vivemos e respiramos! Usar um blog para tal, é apenas uma das formas que a evolução dos tempos nos coloca à disposição. Obviamente, com todos os perigos e riscos provenientes da perversidade do ser humano!

11 de set de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem #30

Hoje a nossa bebé faz 11 mesinhos! Tem 4 dentinhos, teima em não gatinhar e é um verdadeiro macaquinho de imitação! Está a crescer saudável e feliz! Adora mar, areia e sol! Continua a fazer fita na hora de comer sopa e já nem pede licença à mamã quando quer mamar...levanta a camisola e ponto! Tem sido uma luta... É uma bebé bastante observadora, teimosa e bem persistente na hora de conseguir uma determinada coisa! É doce e já sabe fazer charme! Amanhã inicia uma nova fase da sua vida! Vai para o infantário! O meu coração está pequenino, pequenino... repito para mim mesma a toda a hora que a estou a criar para o mundo! Ela é do mundo! Enfim...coisas de uma mamã galinha que quer o seu pintinho debaixo da asa... Estou confiante que irá adorar!Ela ama crianças!

11 de jul de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem #29

9 mesinhos recheados de muito amor. A nossa bebé descobre o mundo cheia de entusiasmo e pureza! Curiosidade natural, ausência de medo e pura felicidade! Ainda é uma malandreca para comer sopinha e é completamente viciada em maminha!

9 de jul de 2011

1 de jul de 2011

Reflexão do dia

Volta e meia sou menina de ir ao arquivo do dreamer e ler alguns dos meus passados estados de alma. É inevitavel não rir de um montão deles e é inevitavel constatar que já na altura eu tinha alguns pensamentos yóguicos...
Descobri há pouco tempo o significado da palavra yoga e tenho vindo a conhecer a sua filosofia e proposta. Tudo faz muito sentido para mim. A minha constante procura não sei bem do quê, não sei bem onde (como afirmei tantas vezes) parece ter resultado neste encontro. E como ele é engraçado e curioso! Tantas voltas, tantos sentimentos, tantos lugares, tantas pessoas, tantos acontecimentos...

15 de jun de 2011

Reflexão do dia

E não é verdade?
Hoje dou comigo a reflectir sobre o circulo que é a vida! Muitas vezes as coisas não são exactamente quando e como nós queremos mas estou cada vez mais certa que tudo faz parte de um processo de maturidade e evolução! Hoje não mais me lamento...aceito os factos e continuo a caminhada!

11 de jun de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem #28

Hoje, minha bebé, fazes 8 mesinhos!! Continuas a crescer linda, forte e feliz! Estás na fase da imitação e já rebolas por todo o lado. Palras como nunca e já tentas dizer "papá" e "mamã". Continuas uma mamona e só queres dormir junto dos papás! Já te aborreces quando te tiramos alguma coisa da mão e choras com todo o afinco! Percebemos que vibras com outras crianças e que detestas ouvir outros bebés chorar! Cada dia é uma novidade e tudo tem mais cor e encanto! We love you :))

7 de jun de 2011

E depois...

Também há a hora se fazer as pazes com o passado...
Bye, bye mágoas, rancores e toda a espécie de sentimentos ruins que não quero, de todo, que façam parte do meu ser, da minha vida!!

É...

Uma das mudanças da minha vida foi rescindir um posto de trabalho efectivo em prol da minha fé e convicção de que é possível viver 24 horas sob 24 horas feliz, satisfeita e realizada! Estou apostar num projecto de vida em tudo transformador e desafiante. Paralelamente desempenho funções de formadora a um grupo de adolescentes cujos perfis são no mínimo assustadores. Não havia percebido de perto o quão carente se encontra tal geração e o quão desajustado é o sistema de educação face às suas necessidades! Como pode um grupo adquirir competências teóricas, técnicas e profissionais à base da imposição, do "politicamente correcto"? Porquê começar pelo telhado e não pelos alicerces? Como se formam tecnicamente indivíduos desmotivados, sem educação, perdidos, incompreendidos, revoltados e confusos? Indivíduos que se limitam a obedecer ás regras só porque isso lhes atribui uma determinada habilitação e uma bolsa que lhes permite extravasar um pouco das suas frustrações? Não será esta imposição e repressão mais conveniente a um conjunto de instituições do que a jovens que necessitam de encontrar o seu lugar na sociedade, no mundo? E qual o nosso papel? Obedecer também às regras para sobreviver? Fechar os olhos e compactuar com o desinteresse e a falta de educação? Entrar no conflito e atear ainda mais a revolta, a violência? Porquê para estes jovens o aprender está tão associado a uma obrigação ao invés a um direito? Well...eis algumas das questões que atravessaram o meu cérebro em plena formação...a determinada altura o meu senso mandou que eu parasse e simplesmente ouvisse de cada um o que gostam, o que não gostam, como os posso ajudar, qual a melhor forma para eles de aprender a matéria programada, o que os motiva, and so on... Ficou claro que a maioria está ali com expectativas frustradas e basicamente atrás de um 12º ano caracterizado pelo facilitismo!

29 de mai de 2011

É...

O amigo aqui diz quase tudo aquilo que hoje me faz pensar seriamente antes de colocar mais um rebentinho neste mundo...trata-se de uma obsedidade mental induzida, como diz o professor Andrew Oitke no seu livro "Mental Obesity", deveras preocupante. Para não falar no aliciamento consumista com que nos deparamos em qualquer virar da esquina! Para não falar no impacto que isso tem nos recursos, no meio ambiente! E por mais que tentamos transmitir outros valores e princípios há-de chegar o dia em que as nossas inocentes criaturas irão nos questionar e cobrar a doente normalidade da actual sociedade!

11 de mai de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem #27

Hoje a minha pimpolha fez 7 mesinhos! Está linda, forte e saudável! Continua a não dar tréguas à mamã no que respeita à maminha ao longo da noite e ainda é rebelde a comer a bela da sopinha! Já tem dois dentinhos e não tarda começa a gatinhar. Adora ver o babytv, passear e galhofa com os priminhos!
Têm sido tempos cansativos com muita noite mal dormida mas recheados de sorrisos!! Estou a gostar tanto de ser mamã que não tarda estou a repetir a experiência :))

24 de abr de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#26

A transição, feita ontem, da Gabi para o seu quartinho está a ser um sucesso! Acordou uma única vez para mamar e ainda dorme!!
Vamos ver se é desta que a piquena me dá trégua!
Preciso que o meus dias comecem às 7 da manhã e de preferência o mais fresca e descansada possível.

19 de abr de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#25

Susto, susto, susto foi a minha piquena sufocar o choro por largos segundos e ter ficado mais vermelha que um pimento bem maduro! Estupidamente, para fazer a vontade à menina, demos um pedaço de pão para a mão o qual levou de imediato à boca. Esfregou as gengivas com ele e quando nos apercebemos que estaria a mascar um bocado na boca, decidimos tirar-lhe o pão! Resultado: Ficou furiosa, sufocou o choro e engasgou-se... agarrei nela virei-a de costas para cima e a cabeça para baixo, dei-lhe umas palmadas nas costas e lá sai o berro de choro e o pedaço de pão...
No fim daquilo tudo fiquei sem ponta de sangue! Todo o cuidado é pouco!

11 de abr de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#24

Hoje é dia da minha piquena fazer 6 mesinhos! Como o tempo passa a voar...
Os primeiros dentinhos acabam de romper. Começou a comer sopinha com mais vontade mas não prescinde da mamoca durante a noite e sempre que me apanha por casa disponível!Deixa parecer que tal como os papás adora mar, areia, sol, calor e cor! O gosto pela piscina, atira ao pai... a mãe é um prego que se aborrece de estar no cloro agarrada às bordas para não ir ao fundo!
Está uma simpática e sorri para o mundo inteiro! Faz as suas birrinhas do mimo mas logo, logo lhe passa. Devora etiquetas e já acha uma certa piada à xuxa. É refilona e adora ser o centro das atenções!
No auge dos seus 6 mesinhos deixa parecer que teremos muito que fazer para "lhe acertar o passo"...é um doce já cheio de personalidade e tal!!

2 de abr de 2011

É...

Agora sim...já posso falar sobre Atitude! Decidi mudar e agi em conformidade! Viver contrafeito é algo que não vai fazer parte dos meus dias! Quero plenitude e liberdade! Quero Ser e respeitar o que sou!
E assim vou caminhando...acreditando que quem Procura Acha!
A Ouvir

12 de mar de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#23

5 meses e um dia de "Pure Love"! Como o teu sorriso me ensina tanto! Tanto sobre o amor, a paciência, a tolerância, a compreensão, o sonho, o medo, a insegurança, a felicidade, o relevante, o insignificante!

10 de mar de 2011

É...

Hoje tenho a total consciência de que é o conhecimento a maior das vantagens competitivas do indivíduo. Lamento não ter sido mais exigente comigo na altura devida! Lamento o sistema de ensino que o permitiu! Lamento a falta de hábitos de leitura, trabalho, estudo e acompanhamento na tenra idade!
Não tenho dúvidas que os meus pais fizeram o que puderam e o que estava ao seu alcance! Que apesar de não terem tido oportunidade de me acompanhar como gostariam transmitiram princípios, valores e educação. O mesmo não digo do sistema de ensino! Esse não soube direccionar, elucidar, exemplificar e preparar! Acaba por ser cúmplice da nossa idiota ideia de completar os vários níveis de ensino com o facilitismo de umas breves horas de estudo e dedicação! Olho para trás e reconheço cada uma das lacunas que hoje fazem de mim "apenas mais uma licenciada"! O mercado de trabalho quer e precisa dos bons, dos excelentes! É urgente trabalhar com paixão! É urgente trabalhar como se não precisasse de dinheiro! É urgente empreender e acreditar! É urgente ousar! É urgente profissionais de ensino predispostos a assumir a responsabilidade de transmitir tais valores! É urgente profissionais de ensino exigentes com o seu trabalho, bons, excelentes, apaixonados e ousados!
Não sofro com esta minha realidade. Tenho consciência dela e aceito. Apenas me permito mudar a cada novo dia. Apenas me permito crescer, lutar e acreditar.

2 de mar de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#22

Uff! Parece que o sufoco dos últimos dias está de partida! Muito difícil ver a minha pimpolha prostradita, sem resmungar e de olhar triste. Foi uma constipação daquelas...mãe e filha só hoje saíram à rua para apanhar um arzinho!
A mamã está de rastos...esta noite foi acordar de 2 em 2 horas para dar maminha à piquena! Coisinha atípica! Vamos ver como se porta esta noite!

26 de fev de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#21

A primeira constipação da Gabi?! Um horror... a pobrezinha foi atacada forte e feio. Olhos, peito, nariz completamente congestionados! Febre, tosse, expectoração, vómito...enfim...parte-me o coração.
Mas...pouco se pode fazer. Muito soro fisiológico, supositório quando tem febre, colo e muito miminho de mamã! O organismo tem de criar as suas defesas!
E agora estou eu...Muco...muito muco
God............

17 de fev de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#20

Primeira sopinha da minha Gabi!!
Não houve lugar para as caretas! A picola achou o momento muito interessante e prazeroso! Fiquei estupefacta! Julgava que ia ser como quando "provou" o seu primeiro biberon...não...nada disso!
Foram apenas umas 5 colherzitas mas para começo não está nada mal. Não deixei de registar, para mais tarde recordar, uma carinha fofa toda lambuzada de creme de cenoura! Foi muito divertido! No fim ainda bebeu "titinho" da mamã e dormiu uma deliciosa sestinha!

Coisas de uma mamã de primeira viagem#19

Hoje fomos a um suposto workshop/consulta ayurvédica que acabou por se resumir a uma simples e vaga troca de palavras com a terapeuta! Basicamente percebi que a medicina ayurvédica é a ciência da vida, que não devemos contrariar a nossa natureza e que a alimentação é fundamental para obter equilíbrio e harmonia. Todos nós somos constituídos por 3 doshas mas em proporções diferentes de acordo com caracteristicas individuais.
Fiquei a saber que a minha piquena, assim como todo o bebé, é Kapha e que está no seu estado mais puro e equilibrado. É fundamental ficar atenta a todas as reacções e registar. Assim, e através de uma serie de terapias e alimentação podemos contribuir para a harmonia e equilíbrio natural da piquena!
Well...deixou água na boca, muita curiosidade e questões...fiquei com a sensação que a coisa foi muito a despachar...whatever...

11 de fev de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#18

E a voar se passaram 4 meses, minha bebé!
Dias de felicidade, horas de esperança, minutos de surpresa e encanto! Também alguns momentos de ansiedade por não saber gerir o tempo de modo a fazer coisas que gosto e preciso. Tento de um tudo mas nem sempre a energia é a suficiente! E vai daí fico com a sensação de que não sou eficiente e eficaz como deveria! Coloco em mim um nível de exigência que me dá os nervos! Mas...isto é outra conversa...
O importante é a minha piquena estar a crescer saudável e feliz! Abrir a janela pela manhã e olhar o seu sorriso lindo é verdadeiramente inspirador!

5 de fev de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#17

Já a fazer soninhos de 7, 8, 9, 10 e até 12 horas eis que a minha piquena decide trocar-me as voltas...esta semana começou a acordar 3 em 3 horas para mamar!!!
Será isto normal? O que acham vocês mamãs? Também vos sucedeu? Será que o meu "titinho" já não é o suficiente?
Confesso que já me tinha esquecido o que é acordar 2 a três vezes por noite :(( e logo agora que preciso de estar fresca como uma alface...

3 de fev de 2011

É...

Mudar sempre foi uma necessidade presente nos meus dias nestes últimos anos! Mas uma espécie de comodismo misturado com uma pitada de medo amarrou qualquer tipo de atitude. Depois de ser mãe essa vontade começou a gritar alto, muito alto! Eu quero arriscar, crescer, aprender e sentir-me realizada! O processo de transformação já começou! É uma longa jornada exigente e disciplinada!
Aqui vou eu :)))

26 de jan de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#16

A minha piquena é alimentada exclusivamente ao peito. Detesta chupeta e pela primeira vez foi-lhe oferecido um pouco de leite materno pelo biberon.
Chorou horrores!!! O meu coração ficou do tamanho de uma migalha! E pode parecer ridículo mas apresentar-lhe um biberon não foi de todo algo que me fizesse muito feliz...
Mas...há que preparar a picola para uma nova fase das nossas vidas...aquela que nos vai afastar por umas horas...
Confesso que já sofro um tiquinho por antecipação...repito para mim mesma "Tens de criar a menina para o mundo e esse mundo não se resume a ti e amigas mamocas!" Enfim...isto há-de melhorar...

11 de jan de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#15

E hoje a minha bebé faz 3 mesinhos! Têm sido dias verdadeiramente felizes! Ver a minha piquena descobrir o mundo e as coisas é do melhor que há! Lindo por dimais! Está uma crescidota cheia de força que já deixa parecer um charmosinho mau feitio!

3 de jan de 2011

Coisas de uma mamã de primeira viagem#14

A minha piquena já começou com aqueles gritinhos que me derretem! Ver aquele arzinho de satisfação e felicidade logo quando acorda enche-me o peito! Durante o dia faz pequenos soninhos mas em compensação dorme que nem um anjinho durante a noite! Descobriu as suas mãozinhas e já treina no tapete de actividades agarrar umas ovelhinhas! Está fascinada pela TV e já se senta direitinha a apreciar as imagens do aparelho! Começa a manhã a ouvir música e já conhece mantras, gospel, soul music, jazz, bossa nova e afins! Não tarda leva com rock and roll, dance music, sambinha no pé e o camandro!
Resumindo: I´m in love!!!

2 de jan de 2011

Socorrooooooooo

Não me aguento com tanta massa adiposa que se instalou em toda a minha região abdominal!
Agora que tive um tempinho para parar e olhar-me ao espelho decidi que a minha boca será outra! Não vai ser qualquer coisinha aqui a entrar!
Estes últimos dias foram o descalabro!

31 de dez de 2010

É...

O desejo 2010 cumpriu-se! Be Happy!
Começou com alguns dissabores mas acabou com a maior das alegrias! Talvez nada seja mesmo por um mero acaso! Na verdade e olhando para trás tudo contribuiu para uma necessidade de procura que hoje me faz conhecer e compreender um montão de coisas do meu Ser!
E é isto que desejo para 2011! Viver, crescer e ousar! Julgo ser este o caminho dum tal " Be Happy"!
Ousar...preciso e quero muitooooooooooooo ousar!

22 de dez de 2010

Coisas de uma mamã de primeira viagem#13

Este natal terá um sabor bem especial! E o melhor dos presentes já ganhei! A vida tem mais brilho e encanto! Mudar foi renascer! Hoje os meus olhos enxergam diferente e o meu coração bate a um outro ritmo, sem que para isso tenha deixado de ser uma Dreamer que adora pintar a vida em tons de rosa!
E assim continuarei o meu caminho...acreditando que o mundo conspira a nosso favor, como diz uma menina muito especial!

Desabafos antigos